27 May 2010

Perfeição soletra-se: C-A-R-M-E-N.

Quero falar-vos de uma das pessoas mais espantosas que eu já conheci. Conheço tantas pessoas, mas ninguém como ela. A vida está constantemente a mandar-lhe estalos, e ela levanta-se como se nada fosse, sorri e continua. Ela não está comigo todos os dias, nem nada que se pareça, mas faz-me sorrir quando muitos só me fazem chorar. Ela é alta, morena, um sorriso brilhante, e uns olhos encantadores. Ela tem magia, ela vive de magia e sonhos. Ela grita bem alto "nada me manda abaixo!", e eu olho para ela e ganho uma força tal, que me dá força para levantar todos os dias da cama e gritar: "EU AMO-TE!". Pode parecer piroso, meloso, e eu sinceramente ODEIO coisas demasiado melosas, mas esta pessoa merece tudo. Merece o mundo. Eu gostava de lhe poder dar o mundo. Gosto de pensar nela, gosto de pensar que a tenho como amiga, gosto de pensar que aconteça o que acontecer nada vai mandar esta amizade abaixo, gosto de pensar que a tenho sempre lá para mim. Ela ouve tudo o que lhe digo, e por vezes pergunto-me como tem paciência. Ela diz que me ama, se ela soubesse o que significa para mim. Ela é perfeita, não de perfeição (pois a perfeição é uma imperfeição), é perfeita por ser como é, tão única. Num museu de arte, ela valeria ouro. E para mim vale TUDO, e quando digo tudo, é TUDO mesmo. Eu poderia viver sem ela, sim. Porque por mais que digamos "não consigo viver sem ti." quando essa pessoa desaparece, a vida continua. Mas acreditem quando digo que não sorriria metade das vezes que sorrio. Ela torna a minha vida especial, a minha vida essencial. Ela é importante ao máximo, ela faz parte. Está no meu coração para sempre. E se me dissessem para soletrar a palavra "Perfeição", soletraria: "C-A-R-M-E-N."

1 comment: